terça-feira, 28 de dezembro de 2010

PAIS implanta 361 unidades no Rio Grande do Norte.



O programa de Produção Agroecológica Integrada e Sustentável (Pais) vai encerrar o ano com 361 unidades implantadas no Rio Grande do Norte. A parceria entre o Sebrae, a Fundação Banco do Brasil e o Ministério de Integração Nacional permite capacitar agricultores para atuar no gerenciamento administrativo de suas propriedades.

Além de formar
empreendedores rurais, o trabalho também incentiva a produção sem uso de agrotóxicos e disponibiliza assistência técnica e consultoria para os produtores. Segundo informações do Sebrae, o programa ainda proporciona a comercialização dos gêneros cultivados, garantindo uma renda extra para as famílias do meio rural, por meio da participação em feiras agroecológicas nos municípios contemplados ou intermediando a venda de produtos para programas do governo estadual.

A partir de 2011, o
Pais irá cadastrar novos produtores rurais para integrar a rede de benefícios. Atualmente, as unidades estão implantadas em municípios das regiões de Mossoró, Mato Grande, Assu e Metropolitana de Natal. Para integrar o programa, o produtor deve se incluir em uma das categorias: agricultores de baixa renda, assentados em projetos de reforma agrária, produtores de áreas remanescentes de quilombos e participantes de programas sociais do governo federal.
Alternativas
O assentamento de Caracaxá foi um dos primeiros a receber o Pais e agora colhe os frutos do programa. Ao todo, 60 famílias que tinham na cajucultura sua principal fonte de recursos foram contempladas. Com o declínio da produção, os agricultores ficaram sem opção e receberam as sementes do programa que surgiram como alternativa de plantio.

Os consultores encontraram na área as condições favoráveis e hoje dezenas de famílias obtêm renda com a venda de couve, hortelã, beterraba, rabanete, tomate, pimentão e outros legumes, cultivados artesanalmente sem
aditivos químicos.

O formato da
roça é circular, com espaço no centro para criação de galinhas. A estrutura é cercada pelo plantio de culturas variadas, que diversificam a produção. Parte dela vai parar na merenda escolar da rede municipal devido ao programa Compra Direta. O mesmo acontece outras unidades instaladas em diversos municípios potiguares.  

Operacionalização
Na parceria de estruturação do programa, o Banco do Brasil fornece kits com os recursos técnicos para que seja montada a instalação na propriedade. O Sebrae realiza aulas de capacitação teóricas e práticas esclarecendo quais as vantagens de utilizar a produção agroecológica de como aplicá-la.

O convite ao modelo de produção busca estimular a
agricultura orgânica por meio do processo produtivo sem o uso de agrotóxicos, reduzir a dependência de insumos vindos de fora da propriedade e apoiar o correto manejo dos recursos naturais. Além de incentivar a diversificação da produção e evitar o desperdício de alimento, água, energia e tempo do produtor. 

Leia Também:
 

quinta-feira, 23 de dezembro de 2010

Diretor Técnico da Emater-RN deixa sua mensagem na nossa Árvore dos Sonhos.


 
Recebemos, através de e-mail, mensagem de fim de ano do nosso Diretor Técnico, Mário Amorim, para todos os colegas.
 
ELE VIA AS PESSOAS COMO DÁDIVAS DE DEUS PARA ELE.
 
Em sua última oração registrada na Terra, Jesus disse que os seres humanos eram dádivas que Deus tinha lhe dado. Não eram projetos a serem completados, pescadores a serem mudados, tolos a serem corrigidos ou fantoches a serem manipulados até que o plano fosse realizado. Pedro, João, Maria ou qualquer outra pessoa eram presentes para Jesus, pois ele sabia que seu Pai não lhe daria algo que não fosse intrinsecamente bom.

Jesus gostava de companhia das pessoas. Elas o faziam sentir-se amado. Na verdade, deixavam-no tão feliz que seu último pedido antes de partir foi que todos pudessem estar juntos no céu. Eles as ensinou e as treinou, mas sua alegria não vinha do resultado final. Vinha do processo e do companheirismo desenvolvido ao longo do caminho.


Os membros da sua equipe podem ou não executar os planos que você colocou brilhantemente diante deles. Se você for um verdadeiro líder, há boas chances de que eles cumpram a missão que você lhes deu. Contudo, você não deve jamais esquecer que essas pessoas são, acima de tudo, as maiores dádivas de alguém para você.

Desfrute a companhia delas. Trate-as com carinho. Defenda-as.


Fonte: Jesus, o maior Líder que já existiu - Laurie Beth Jones.
Colaboração: Zirair Karmirian Filho.
 
 
Estimado/a Amigo/a,

Com nossos cumprimentos desejamos um Natal de bondade cristã e um 2011 com possibilidades do desenvolvimento humano pleno.

Felicidades


Mário Amorim

Leia Também:
É Natal no escritório local.
Confraternização natalina do escritório local.

quarta-feira, 22 de dezembro de 2010

Centro Vocacional de Tecnologia da Fruticultura será inaugurado hoje.


O Centro Vocacional de Tecnologia da Fruticultura do pólo Assu-Mossoró-Baraúna será inaugurado nesta quarta-feira, 22. A solenidade, marcada para as 10 horas no Centro Regional da Agricultura, na rua José Nogueira, no bairro Aeroporto, em Mossoró, contará com a presença do secretário da Agricultura, da Pecuária e da Pesca (Sape), Francisco das Chagas Azevedo.
 
Resultado da parceria firmada entre a Secretaria de Estado da Agricultura, da Pecuária e da Pesca e o Ministério de Ciência e Tecnologia, com a colaboração da Universidade Federal do Semi-árido (Ufersa) e do Comitê Fitossanitário (Coex), o CVT da Fruticultura consiste em um laboratório para realização de exames, localizado em dependências da Ufersa e numa central de pesquisas instalada no Centro Regional da Agricultura, de Mossoró, no bairro Aeroporto, totalizando um investimento de R$ 445 mil.
 
O CVT da Fruticultura permitirá que os estudos sejam feitos com mais eficiência, oferecendo toda a infraestrutura necessária para este trabalho, garantindo assim o desenvolvimento da fruticultura irrigada no Rio Grande do Norte. "O Governo do Estado está entregando uma ferramenta de trabalho que vai possibilitar aos técnicos e pesquisadores a realização de estudos que visam atender aos anseios dos produtores de frutas que, de há muito, vinham solicitando algo nesse sentido", observou o secretário Francisco das Chagas.
 
Leia Também:

terça-feira, 21 de dezembro de 2010

Confraternização natalina do escritório local.

Na última sexta-feira (17), os extensioonistas do escritório local de Apodi se reuniram para celebrar o Natal. 

Com dinâmicas, brincadeira de amigo secreto e coffee break, os colegas se prepararam para a chegada do Menino Deus, com muita alegria e festa no escritório!










É nesse clima de alegria e esperança que desejamos aos agricultores familiares, colegas e parceiros um Natal de muita paz e saúde, e um 2011 repleto de felicidades e realizações!

FELIZ NATAL!
PRÓSPERO ANO NOVO!

quinta-feira, 16 de dezembro de 2010

Colegas do escritório regional de Mossoró deixam seus pedidos na nossa Árvore dos Sonhos!

Nessa quarta-feira recebemos visita de alguns colegas do escritório regional de Mossoró, que engrossaram mais ainda nossa corrente e deixaram seus pedidos para 2011.





Participe você também!

Deixe seu pedido para 2011 no nosso Livro de Visitas, pelos comentários ou pelo nosso e-mail: emater_apodi@hotmail.com

Leia Também:

quarta-feira, 15 de dezembro de 2010

Comissão de Trabalho aprova Projeto de Lei que modifica o recolhimento da contribuição sindical.

O deputado Assis do Couto (PT-PR) comemorou ontem a aprovação, na Comissão de Trabalho, do Projeto de Lei nº 751/03, de sua autoria, que define novos critérios de enquadramento da atividade rural para fins de recolhimento da contribuição sindical. A proposta eleva de dois para quatro módulos rurais o enquadramento para os empregadores rurais.

Com isso, explica Assis, os produtores com até quatro módulos serão dispensados do pagamento da contribuição sindical patronal. “Trata-se de um projeto de lei de altíssima relevância para a agricultura familiar e trabalhadores e trabalhadoras rurais, essencialmente porque passa a impedir que a Confederação Nacional da Agricultura (CNA) continue cobrando as contribuições sindicais dos produtores familiares, amparada na legislação vigente”, disse Assis do Couto.

O deputado Eudes Xavier (PT-CE), integrante da Comissão de Trabalho, também elogiou, em pronunciamento no plenário, a aprovação do projeto. “No Brasil inteiro, milhares de agricultores familiares enfrentam processos de execução de cobrança da contribuição sindical, em valores que chegam até R$ 10 mil. Com isso, agricultores e agricultoras têm aumentado seu endividamento, prejudicando, assim, as possibilidades de crédito, assistência técnica e desenvolvimento da agricultura familiar”, disse Xavier.

Leia Também:

MDA e INCRA/RN promovem Feira da Agricultura Familiar e Reforma Agrária.


O Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA) e o Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra) promovem de 16 a 18 próximos (de quinta-feira a sábado), a I Feira Estadual da Agricultura Familiar e da Reforma Agrária e a II Feira de Economia Feminista e Solidária do Rio Grande do Norte. Em parceria com governo do Estado, prefeitura, arquidiocese de Natal e  instituições governamentais e não-governamentais.  A Feira é uma das ações do Programa de Promoção da Igualdade de Gênero, Raça e Etnia (Aegre/SDT), com apoio do Centro Feminista 8 de Março e do Instituto de Assessoria a Cidadania e ao Desenvolvimento Sustentável (IDS)

Quatro estandes e 115 barracas serão montados ao lado da Catedral Metropolitana de Natal, na Cidade Alta, participam 230 expositores. Dos 115 grupos, 80 são constituídos somente por mulheres e 35 grupos mistos.  A principal idéia da feira é promoção, divulgação e comercialização dos produtos agroecológicos, da economia solidária, de agroindústrias familiares e de artesanato produzidos por grupos de mulheres e mistos das áreas rurais e urbanas do Rio Grande do Norte. 

Destaque. 
Destaque para os 80 grupos de mulheres rurais e urbanas, oriundos da pesca artesanais, assentamentos da Reforma Agrária e Crédito Fundiário, extrativistas, aqüicultoras, quilombolas e indígenas. São trabalhadoras rurais dos Territórios da Cidadania do Açu/Mossoró, Sertão do Apodi, Mato Grande, Seridó, Sertão Central, Traíri, Potengi e região Metropolitana de Natal. 

Nos três dias do evento serão comercializadas hortaliças orgânicas frescas, comidas típicas, quitutes derivados de peixes e mariscos, doces, biscoitos, queijo, manteiga da terra, bolos, cocadas, mel de abelha, castanha de caju, artesanato em palha, renda e crochê. O pescado, com a comercialização de tilápia (posta, filé e in natura) ganha atenção como um dos produtos que poderão ser encontrados durante o evento. 

A Feira pretende apresentar as potencialidades do Estado a partir de produtos baseados na agricultura familiar, artesanato e agroecologia. Também traz à discussão o conceito de economia solidária como nova proposta frente ao sistema econômico vigente. A produção baseada na economia solidária é feita sem exploração da mão-de-obra, do solo e dos recursos naturais e preza pelo respeito ao meio ambiente e ao ser humano. 

Segundo informações do governo federal, as mulheres representam mais da metade da população brasileira. Elas são as mais afetadas pelos processos migratórios e cada vez mais assumem a responsabilidade pelo grupo familiar que integram. A presença na economia rural é marcada por uma forte divisão sexual do trabalho, expressa na concentração das mulheres em atividades voltadas para o consumo familiar. Tais atividades são realizadas predominantemente sem remuneração e, portanto, não vinculadas à comercialização.

Leia Também:

segunda-feira, 13 de dezembro de 2010

Emater-Apodi participa de reunião para discutir a rizicultura da região.

Aconteceu na manhã da última sexta-feira (10), no auditório do Sindicato dos Trabalhadores e das Trabalhadoras Rurais de Apodi, a  segunda reunião para discutir o fortalecimento da cadeia produtiva do arroz, através do Programa de Desenvolvimento Regional Sustentável do Banco do Brasil - DRS/BB.

O evento contou com as presenças de instituições como a EMATER - locais de Apodi e Felipe Guerra -, o Banco do Brasil, agência Apodi, SEBRAE, algumas associações e cooperativas como a Associação de Produtores de Arroz do Sítio Trapiá, a Associação de Produtores de Arroz do Vale do Apodi - APAVA, Centro Pedra de Abelha, CEACRU, Coopervida e SEAPAC, além de vários rizicultores de Apodi e região.

Os participantes definiram os pontos fortes e fracos, as potencialidades e ameaças da produção de arroz do Vale do Apodi e do município de Felipe Guerra. Esses apontamentos foram incorporados ao Plano que definirá as diretrizes do ADRS do Arroz para a região.
A próxima reunião ficou marcada para o dia 22 de dezembro  próximo, na agência do Banco do Brasil de Apodi.

Leia Também:
Extensionistas do escritório local participam de capacitação sobre Quilombolas.
Emater-Apodi participa de reunião para discutir a rizicultura do município.

sexta-feira, 10 de dezembro de 2010

Nossa Árvore dos Sonhos recebe mais mensagens!

Nossa corrente do bem cresce e estão chegando mensagens a todo momento!
Quem mandou seu recado, através de comentário, foi nossa colega de Currais Novos, Marinelma:
  
"Adorei essa idéia.
Sou de Currais Novos - Emater RN. Que 2011 seja cheio de realizações na vida pessoal, profissional. 
Marinelma"

Também nosso companheiro Edimilson José, através de e-mail:

"QUE NESTE NATAL E NO PRÓXIMO ANO NOVO OS GOVERNANTES OLHEM MELHOR PARA OS VERDADEIROS AGRICULTORES, QUE AS POLÍTICAS PÚBLICAS SEJAM EXECUTADAS SEM BUROCRACIA E PROCURAR DAR MAIS ATENÇÃO AOS AGRICULTORES(AS), POIS SE NÃO OLHAREM PARA OS ANCEIOS DOS AGRICULTORES, O POVO DA CIDADE NÃO TEM COMO SE ALIMENTAR ."

Nosso querido colega Toinho Sales, da Assessoria de Comunicação da Emater estadual,  diretamente de Natal, mandou seu recado:

"Queridos colegas, bom dia!
Muito obrigado pela mensagem.
Desejo a todos um Natal e Ano Novo repleto de muita saúde, paz, amor, prosperiadade........
Abraços de Toinho"
.
Agradecemos à todos que estão participando!
Vamos engrossar nossa corrente, participe você também!

Mande sua mensagem de Ano Novo através de comentários, do nosso mural de recados, ou através do nosso e-mail: emater_apodi@hotmail.com.

Leia Também:

quinta-feira, 9 de dezembro de 2010

Começa defeso da lagosta no litoral brasileiro.


O defeso das lagostas vermelha (Panulirus argus) e cabo verde (Panulirus laevicauda) teve início neste mês de dezembro e segue até o dia 31 de maio de 2011. Equipes de fiscalização do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) já estão em campo para acompanhar o cumprimento da legislação ambiental.

O período de defeso foi instituído pela Instrução Normativa Ibama n.º 206/2008, que proíbe, nas águas sob jurisdição brasileira, a pesca dessas espécies bem como o transporte, a estocagem, o beneficiamento, a industrialização e a comercialização de qualquer volume de lagostas vermelha e cabo verde que não seja oriundo de estoques declarados antes do início do período de proibição da pesca, ou seja, até 30 de novembro de cada ano.

De acordo com o superintendente do órgão na Paraíba, Ronilson José da Paz, aos infratores serão aplicadas as penalidades previstas na Lei n.º 9.605/1998 e no Decreto n.º 6.514/2008, com multa de R$ 700,00 a R$ 100 mil, com acréscimo de R$ 20,00 por quilograma ou fração do produto da pescaria, podendo ser aplicadas as mesmas penalidades a quem deixou de apresentar declaração de estoque até a data estipulada.

Os pescadores profissionais obrigados ao cumprimento do defeso e devidamente cadastrados no Ministério da Pesca e Aquicultura têm direito de receber o seguro-desemprego, no valor de um salário mínimo por mês.

Denúncias sobre o não cumprimento da proibição e comercialização da lagosta poderão ser encaminhadas ao Ibama por meio do telefone 0800 61 8080.

Leia Também:

Dia de nossa padroeira!

"La Inmaculada de Soult", Murillo (1678)

Ontem foi dia de Nossa Senhora da Conceição, padroeira da nossa cidade!

A festa da Imaculada Conceição, comemorada em 8 de dezembro, foi definida como uma festa universal em 1476 pelo Papa Sisto IV, mas somente em 8 de dezembro de 1854, o dogma da Imaculada Conceição foi solenemente definido pelo papa Pio IX, com a bula Ineffabilis Deus.

A Imaculada Conceição é segundo o dogma católico, a concepção da Virgem Maria sem mancha ("mácula" em latim) do pecado original. O dogma diz que, desde o primeiro instante de sua existência, a Virgem Maria foi preservada por Deus, da falta de graça santificante que aflige a humanidade, porque ela estava cheia de graça divina. Também professa que a Virgem Maria viveu uma vida completamente livre de pecado.

Nossa Senhora da Conceição também é padroeira de Recife, Salvador, Manaus, Campina Grande, João Pessoa e Sobral.

Oração de Nossa Senhora da Conceição.
Virgem Santíssima,  
que fostes concebida sem o pecado original
e por isto merecestes o título
de Nossa Senhora da Imaculada Conceição
e por terdes evitado todos os outros pecados,
o Anjo Gabriel vos saudou com as belas palavras:
"Ave Maria, cheia de graça";
nós vos pedimos que nos alcanceis
do vosso divino Filho o auxílio necessário
para vencermos as tentações
e evitarmos os pecados e,
já que vós chamamos de Mãe,
atendei-nos com carinho maternal
e ajudai-nos a viver como dignos filhos vossos.
Nossa Senhora da Conceição, rogai por nós.

Leia a Bula na íntegra AQUI.

terça-feira, 7 de dezembro de 2010

Lançada máquina de beneficiamento de leite de cabra para pequenos e médios produtores.


Responsáveis por 90% da criação de caprinos do país, os pequenos e médios criadores de caprinos da região Nordeste tem à disposição uma nova tecnologia para beneficiar o leite de cabra em pó. Desenvolvida na Universidade Federal de Viçosa (UFV) a partir de observações feitas na cidade de Florestal (MG), uma máquina de pequeno porte e baixo custo para secagem vai possibilitar uma nova alternativa para a comercialização do leite, que, no pequeno município mineiro, é insuficiente para a fabricação de subprodutos como iogurte e queijos.

A venda direta do leite de cabra ao consumidor, segundo alguns produtores, se de um lado elimina o intermediário e agrega o valor da comercialização do produto, por outro insere custo para essa venda, tanto financeiro, como estrutura física, como em tempo dedicado. Além disso, com a verticalização total, o pequeno e médio produtor rural acumula as funções na propriedade, principalmente de agricultor — ressalta Luís Carlos Gouvêa, orientador dos alunos do curso técnico em agroindústria da UFV responsáveis pelo primeiro protótipo do equipamento.

A primeira amostragem da máquina recebeu do Sebrae o Prêmio Técnico Empreendedor, em 2008. Com a procura de empresas pela tecnologia, o professor conta que foi possível fazer aperfeiçoamentos. A princípio, a máquina funcionava a energia elétrica. Luís Carlos conta que, a pedido do Sebrae, o quarto protótipo do equipamento foi adaptado para energia a gás por conta da falta de eletricidade no Nordeste.

Feita de material inox, o aparelho possui um sistema de pré-secagem que retira em torno de 50% da umidade do leite em banho-maria. Isto porque o leite não pode ser fervido durante o processo de secagem, para que não haja desnaturação das proteínas. Concentrado, o produto é colocado em uma câmara de secagem ligada a um atomizador, onde ocorre a total evaporação da água. Para transformar 2 litros do leite pastoso em pó são gastos 20 minutos.

Esse é uma técnica inovadora, já que no Brasil não temos máquinas apropriadas para a secagem de leite direcionadas para pequeno e médio produtor. Para se ter uma idéia, a máquina mais barata que temos hoje no mercado custa em torno de R$120 mil. Trabalhamos com a aprovação da Anvisa. Então, hoje a nossa deve sair em torno de R$10 a R$12 mil – destaca Luís Carlos.

A máquina já está disponível no campus Florestal da UFV. Os interessados devem entrar em contato pelo telefone (31) 3536-3327.

Leia Também:

Chamada Pública seleciona 24 roteiros turísticos da agricultura familiar.


Estão abertas as inscrições para a Chamada Pública Talentos do Brasil Rural – Eixo Serviços que irá selecionar 24 roteiros turísticos por meio do projeto Talentos do Brasil Rural: turismo e agricultura familiar a caminho dos mesmos destinos. O objetivo é a inserção de produtos e serviços da agricultura familiar no mercado turístico.

Os roteiros selecionados serão apoiados pelo Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA) e receberão um diagnóstico e um plano de ação para trabalhar a agricultura familiar como diferencial competitivo, além de apoio para a comercialização. Também está previsto que os empreendimentos da agricultura familiar presentes no roteiro recebam orientação técnica e qualificação para aperfeiçoamento de seus serviços ou instalações.

Inscrições.
Poderão se inscrever, até 7 de janeiro de 2011, instituições ou entidades representativas de roteiros turísticos compostos por, no mínimo, 10% de empreendimentos da agricultura familiar. Além disso, esses roteiros deverão estar acessíveis a no máximo três horas de viagem, por meio terrestre ou aquaviário, a partir de uma das 12 cidades sede da Copa do Mundo de 2014.
 
Estão sendo investidos mais de R$ 3 milhões no projeto, que é uma parceria entre o MDA, o Ministério do Meio Ambiente, Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) e Agência de Cooperação Alemã (GTZ).

Para participar do projeto, os representantes dos roteiros deverão preencher a ficha de inscrição e enviá-la, junto com os demais documentos listados no edital, que encontra-se disponível AQUI.

Leia Também:

segunda-feira, 6 de dezembro de 2010

Homenagem ao Dia do Extensionista Rural!


 “Quando morremos, nada pode ser levado conosco, com exceção das sementes lançadas por nosso trabalho e do nosso conhecimento”
(Dalai Lama)
 
  









6 de dezembro
Dia Nacional do Extensionista Rural

PARABÉNS AOS NOSSOS COLEGAS DE TODO O BRASIL!

Leia Também:

sexta-feira, 3 de dezembro de 2010

Nossa Árvore dos Sonhos recebe novos pedidos.

A nossa Árvore dos Sonhos está fazendo o maior sucesso e recebeu novos pedidos!

Quem passou pra deixar seu pedido para 2011 foi a nossa parceira Nicélia Pinto, coordenadora do AgroAmigo da agência do Banco do Nordeste de Apodi.


Quem também mandou seu recado foi o Sr. Izídio Moreira, pescador do sítio Ponta, pedindo felicidade, saúde e inverno bom para 2011.


Nosso querido companheiro Raimundo Moizés, secretário adjunto de agricultura do município de Apodi, também está participando da nossa corrente por um mundo melhor.


E o Sr. Zé Maria, que deixou seu recado, pedindo um 2011 de progresso e fartura!


Participe desta corrente você também!

Deixe seu pedido, através do mural de recados ou de comentários!

Leia Também:
É natal no escritório local.
É natal!

quinta-feira, 2 de dezembro de 2010

Extensionistas do escritório local participam do I Fórum de Agroecologia do RN.

 
Extensionistas do escritório local participaram do I Fórum de Agroecologia do RN, ontem. O evento estava dentro da programação do VI Congresso Nordestino de Produção Animal e aconteceu no Salão Ouro Negro, Hotel Thermas, Mossoró.

Estiveram presentes professores e pesquisadores do IFRN, UFERSA e da EMBRAPA Cerrados, profissionais de ATER e agricultores familiares de Apodi e Mossoró.

No primeiro momento, os participantes assistiram palestras sobre Integração de Animais em Sistemas Agroecológicos, com enfoque na produção de hortaliças em consórcio com a avicultura e caprinocultura. Os pesquisadores apresentaram resultados de trabalhos realizados em Apodi e no Rio de Janeiro para avaliar o impacto ambiental causado por esses sistemas de integração agroecológica. 

Durante a manhã, os participantes visitaram os estandes das instituições e tiveram a oportunidade de degustar alguns produtos e conferir as novidades agroecológicas.

No segundo momento, houve apresentação de casos de sucesso, com depoimentos dos agricultores e pesquisadores.

 Palestra sobre produção agroecológica de aves.

 Apresentação de resultados de pesquisas sobre impacto ambiental causados pelos sistemas agroecológicos no Rio de Janeiro.
 
 Apresentação de resultados de pesquisas sobre impacto ambiental causados pelos sistemas agroecológicos no município de Apodi.

 Sachê de mel com bico, novidade apresentada pela COOAFAP, na ferinha de agroecológicos.

Estande de produtos agroecológicos.

Leia Também:

terça-feira, 30 de novembro de 2010

É natal no escritório local!


O natal se aproxima e nós, do escritório local de Apodi, já estamos no clima...

Foi concluída a ornamentação natalina do escritório e, a partir de hoje, estamos convivendo com figuras como o Papai Noel, árvores de natal, sinos, anjos, presentes... 

Projeto Árvore dos Sonhos.
Este ano nossa ornamentação traz uma novidade: é o Projeto Árvore dos Sonhos. Montamos uma árvore de natal gigante onde nossos visitantes e visitados, agricultores ou não, podem deixar seus pedidos para o ano novo. Este espaço é aberto também àqueles que visitam nosso blog, as mensagens podem ser enviadas através do nosso mural de recados ou através de comentários. 

Diariamente, estaremos postando alguns pedidos aqui no blog.

Vamos lá, vamos embarcar nessa corrente do bem, como fizeram o Gidalton Freire, do sítio Quixabeirinha, e o Sr. Paulo Julião, do sítio Soledade!



Um pouco de História...
A Árvore de Natal é um símbolo natalino que representa agradecimento pela vinda de nosso Senhor Jesus Cristo. A Árvore de Natal, é conhecida como “Árvore de Cristo” e desempenha papel importante na data comemorativa do Nascimento de Jesus. Os relatos mais antigos que se conhecem acerca da Árvore de Natal datam de meados do século 17, e são provenientes da Alsácia, encantadora província francesa.

Descrições de florescimentos de árvores no dia do nascimento de Nosso Senhor Jesus Cristo levaram os cristãos da antiga Europa a ornamentar suas casas com pinheiros no dia do Natal, única árvore que nas imensidões da neve permanece verde.

Outros símbolos foram inseridos neste contexto, coube a São Francisco de Assis a introdução do presépio no século XIII. Quanto à figura lendária de Papai Noel, ela deriva-se de São Nicolau (século IV d.c.), bispo da Ásia Menor, que, ao contrário da figura bonachona e barbuda do conhecido Bom Velhinho, era austero, porém com reputação de homem que fazia o bem e era generoso.


Leia Também:
É Natal!

segunda-feira, 29 de novembro de 2010

CMN aprova linha de crédito emergencial para agricultores e amplia o Mais Alimentos.

Agricultores familiares da região semiárida dos estados do Nordeste e de Minas Gerais afetados pelas secas poderão contar com uma linha  emergencial  de crédito do Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf). A medida foi aprovada na última quinta-feira (25) em reunião do Conselho Monetário Nacional (CMN). A estimativa é de que aproximadamente 80 mil agricultores poderão se beneficiar com a medida. Para esta linha, foram disponibilizados R$ 150 milhões. 

A linha emergencial é voltada para financiamentos de custeio pecuário. Cada agricultor poderá acessar R$ 2 mil por unidade familiar, em uma única operação. A taxa de juros é de 0,5% ao ano. Também será concedido ao agricultor familiar um bônus de adimplência de 25% sobre cada parcela da dívida paga até a data do vencimento. O prazo para pagar o financiamento é de até dois anos. Os agricultores têm até 15 de março de 2011 para a contratação da linha emergencial. 

Poderão se beneficiar agricultores familiares que possuam Declaração de Aptidão ao Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (DAP) válida até 30 de setembro de 2010. Além disso, estes agricultores precisam atuar em municípios da região semiárida dos estados da Bahia, Ceará, Maranhão, Paraíba, Pernambuco, Piauí, Rio Grande do Norte e Minas Gerais que, em decorrência de estiagem, tenham decretado situação de emergência ou estado de calamidade pública entre 1º de janeiro e 30 de setembro de 2010. 

Na safra 2009/2010, o fenômeno climático El Niño provocou uma grande estiagem em municípios do Semiárido brasileiro, ocasionando grande perda de produção agrícola e pecuária, o que comprometeu a capacidade de pagamento de seus financiamentos.

O Conselho Monetário Nacional (CMN) também aprovou medida que amplia o alcance do Programa Mais Alimentos, coordenado pelo Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA). Agora, os agricultores familiares poderão realizar, por meio desta linha de crédito especial do Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf), operações de financiamento inferiores a R$ 10 mil para a compra de máquinas, equipamentos e implementos agrícolas. O limite máximo é de R$ 130 mil.

Com esta mudança, agricultores familiares poderão utilizar o Pronaf Mais Alimentos para comprar equipamentos como ordenhadeira balde ao pé, com capacidade para ordenhar até duas vacas leiteiras. O conjunto, com duas peças, custa, em média, cerca de R$ 2.500,00. Outro exemplo de produto que poderá ser financiado é um sistema de irrigação por aspersão que custa, em média, R$ 7 mil. O produtor também poderá acessar a linha de crédito para a aquisição de desintegrador, utilizado para produção de ração animal, que custa a partir de R$ 870,00.
Leia Também: